Entre ou Cadastre-se

Homem enfeita rua para a Copa e é acusado de fazer campanha

Início » Homem enfeita rua para a Copa e é acusado de fazer campanha

Compartilhe:

Nascido e criado no bairro Caiçara, na Região Noroeste de Belo Horizonte, o engenheiro Júlio César Silva Freitas, de 26 anos, segue a tradição herdada do pai: decorar a rua onde moram para celebrar a Copa do Mundo. Neste ano, porém, um novo adereço foi colocado. Trata-se de faixa com os dizeres “Não é Política, é Copa”.

“Depois de colocar os enfeites, pintar a rua e, principalmente, afixar a faixa, vieram algumas reclamações. Inicialmente disseram que eu estaria fazendo campanha para um determinado candidato, inclusive recebendo dinheiro em troca desse apoio. Até falaram de lavagem de dinheiro”, contou o engenheiro.

Júlio César disse que o objetivo da faixa foi dissociar os assuntos, já que, neste ano, pela primeira vez, a Copa do Mundo será realizada após as eleições.

“A Copa sempre foi realizada antes das eleições. Neste ano, com esse nível de polarização, resolvi fazer uma mensagem, um alerta, para que os assuntos não se misturem”, disse.

O engenheiro relembrou que o pai já enfeitava a rua e, desde 2002, ainda pequeno, passou a participar das preparações que antecedem ao evento mundial de futebol. Neste ano, eles estão participando pela primeira vez de uma competição nacional de torcidas de rua, representando Minas Gerais.

Polêmica à parte, moradores que caminhavam pela rua enfeitada na manhã desta quarta-feira (19) apoiaram a atitude do engenheiro.

“Tenho orgulho dessa tradição, dessa decoração. Não é hora de brigar”, ponderou a moradora Miriam Pereira.

Para o engenheiro aposentado Antônio Carlos, de 66 anos, trata-se de uma festa popular na qual os assuntos, política e futebol, realmente não devem ser misturados.

“A bandeira do Brasil, as cores verde e amarelo, são do Brasil, não de candidatos”, considerou.

Fonte: g1

Trajeto do Aprovado

Trajeto do Aprovado

Bacharel em Direito, Especialista em Direito Público, Especialista em Direito Constitucional Aplicado, Especialista em Direito Penal e Processual Penal. Pós-graduando em Tribunal do Júri e Execução Criminal, Inteligência Policial e Lei Geral de Proteção de Dados. Servidor Público da área de Segurança Pública desde 2014, com diversos cursos pela SENASP (Análise Criminal, Crimes Cibernéticos, CIAI, COI, Gerenciamento de Crises, Identificação de Armas de Fogo, Investigação Criminal, Mediação de Conflitos, entre outros).

Deixe Um Comentário

Leia Mais

Confira o Material